Raizes do Sentir
Pedagogia Terapêutica

Educação Holística & Saúde Integral

Artigo

Translate
Olá, sou a Mara Nunes e bem-vindo (a) ao meu Blog. Tem Duvidas E Precisa De Ajuda? Fale diretamente comigo pelo messenger

Caminhando Por Uma Saúde Natural: Ingredientes Chave para um Crescimento Saudável

Caminhando por uma Saúde Natural

    Ingredientes Chave para um Crescimento Saudável:

   A Nutrição emocional, um ambiente acolhedor e feliz, que proporcione segurança e conforto são sempre ingredientes básicos na receita da criança saúdavel.
As crianças são o que vivem… Precisamos:

★dar-lhes tempo (sentindo-se queridas e importantes);
★Amor e Compreensão
★ Estímulo e Coragem
★ De serem escutadas e de respostas
Para desabrocharem ao seu próprio ritmo….

Criança é um Ser…

em criação que se cultiva, transmitindo-lhe valores humanos (tesouros que as crianças levarão pela vida), constituindo-se e desenvolvendo-se como uma pessoa “inteira”, integral e integrada na sua comunidade.

    Na sua vida diária irá aprender o comportamento que modelará a sua saúde, através de exemplos e modelos dignos de serem imitados. Na essência da vida, encontramos o *Calor* que está intimamente ligado à nossa relação harmoniosa com a Natureza.

 O calor humano incuba o desenvolvimento traduzindo-se em Amor. Será importante compreender que o calor, vai muito para além do que nos apresenta o termómetro, funciona como uma linguagem que representa um conjunto de sintomas e sinais que devemos tentar interpretar à luz da nossa esfera emocional e relacional.

    O *Ritmo* é um elemento catalisador e estruturante que nos equilibra, trazendo segurança desde a nossa vida intra-uterina e que nos acompanhará ao longo da nossa existência de forma espontânea, através em primeiro lugar do próprio processo de respiração (inspiração e respiração), vital para a nossa existência, padrões de sono e de vigília. Nosso relógio interior permite-nos estabelecer de algum modo, a nossa harmonia com o grande movimento do planeta.

Aprendizagem ao Ritmo da Natureza!

  • Aprender a sentir os ritmos da Natureza com regularidade, expondo-as desde cedo à influência dos ciclos naturais para que cresçam mais saudáveis, encontrando e mantendo os seus próprios ritmos e facilitando assim, o bom funcionamento do organismo e agindo na prevenção da manifestação de episódios de doença.
    *Movimento e brincadeira* são os elementos que constituem o seu mundo, criança é puro movimento.
  • Estimular a exploração do seu ambiente através do contacto com os elementos naturais (Terra, fogo, Água e Ar), permite à criança o conhecimento e percepção do seu próprio mundo interno, fomentando a sensação de importância e competência agindo assim, na formação da auto-estima e confiança no Mundo.
  • Para que os nossos filhos cresçam de forma saudável, deveremos proporcionar momentos de aprendizagem activa e positiva, através dos nossos modelos e acções que deveremos incorporar nas nossas vidas, confiando na nossa intuição e mantendo uma comunicação autêntica com as crianças.
  • Neste processo de escuta e auto-observação, libertamos os nossos medos, ansiedades e trilhamos o nosso caminho de cura e crescimento pessoal de forma saudável. Projectamos desta forma,e em conjunto, o equilíbrio entre orientação e liberdade numa perspectiva mais ampla e alargada.

    O dom de oferecer uma Infância Plena está nas nossas mãos, reconhecendo a sua individualidade e agindo de acordo com as suas necessidades integrais, proporcionando os elementos de que necessita para o seu bem-estar, agindo na prevenção e atendendo às suas expressões emocionais.

     Ao desenvolvermos os nossos poderes de observação e intuição, começaremos cada vez mais a identificar sinais subtis aquando o aparecimento de episódios de doença. As manifestações de doença podem ocorrer na sequência de dois eixos principais: Doenças efectivas e Doenças a par do Crescimento.

     Na relação com a Criança observaremos a natureza do desconforto e/ou mal-estar que se expressa, examinando com atenção o que é natural do próprio crescimento, de acordo, com a idade em que se encontra: por vezes, um episódio de febre, surge um pouco antes de um grande passo de desenvolvimento – sobretudo em grandes etapas,  como o início da dentição,  o andar, falar, grandes conquistas e novas aquisições que exigem mudanças significativas e determinantes no nosso processo de crescimento.

    A febre surge assim, como a “rampa de lançamento” curadora e salvadora, para que a nova etapa se desencadeie em plenitude e com fortalecimento. O excesso de estímulos, tensões e ansiedades são elementos desencadeadores de processo de inflamação e/ou doença, servindo estas, também como estímulo para o amadurecimento do sistema imunológico, assim como, fazer amadurecer criando desta forma, resistência a muitos processos de doença.

     Um dos grandes objectivos das doenças infantis será garantir o reforço do sistema imunológico evoluindo, em grande medida, de forma inofensiva, a par do ambiente em que se desenvolvem capacitando-nos para que num corpo saudável possamos reagir a estes momentos através de tratamentos e remédios naturais.

    Precisamos contudo não desvalorizar um dos ingredientes determinantes também para um crescimento saudável: adoptar uma boa nutrição (física e espiritual), através da escolha consciente e responsável do regime que servirá de suporte a cada família, de acordo, com as suas escolhas e crenças pessoais.

   É fundamental olhar a nutrição muito para além da obtenção de um aporte vitamínico e mineral, mas acima de tudo como uma forma de amar e de cuidar de nós e dos outros, estimulando a nossa humanidade, nossa saúde e as nossas capacidades e potencialidades genéticas.

    Ensinamos com Amor que a doença precisa de tempo para se curar, respeito pelo corpo para se reestabelecer, honrando a saúde e crescendo em harmonia com a sua natureza interna e externa.

     Como, porquê e quando usar determinado tipo de tratamento?

      ♦ Seis “etapas” de Tratamento segundo Susun Weed (herbalista) que podem ser utilizadas e aplicadas em diversas circunstâncias, servindo de orientação para diversas decisões, na escolha da reacção mais adequada às necessidades da criança:

⇒Etapa 0  – Observar sem interferir: identificar e observar o que está a acontecer. Deixar os processos se manifestarem, observando atentamente os sintomas e respectiva evolução.

⇒Etapa 1 –  Reunir Informações: procurar informação, usar a intuição e procurar apoio informado.

⇒Etapa 2 – Trabalhar com a intuição e energia: recorrer a um conjunto de medidas complementares de apoio: homeopatia, aromaterapia, massagem, relaxamento, elixires florais, música.

⇒Etapa 3 – Carinho, atenção, nutrição e toque: Utilizar o carinho como nutrição e o toque como atenção. Banho, massagem, chás de ervas, actividade física, nutrição física e espiritual (o poder do abraço) .

⇒Etapa 4 – Estimular ou acalmar a criança: aqui aproxima-se a decisão do que poderá ser feito de seguida.

⇒Etapa 5 – Recorrer ao uso de medicação e/ou suplementação farmacêutica, se for o caso: poderão ser de natureza homeopática, fitoterapêutica, vitamínica, entre outros…

⇒Etapa 6 – Procedimento Clínico: inclui exames de diagnóstico como análises, exames clínicos,

   Ao longo deste caminho será possível reunir o conhecimento intuitivo, com a confiança de acordo com estas orientações, podendo observar, atenta e calmamente, procurando identificar cada processo que irá surgir, deixando emergir cuidadosamente, não interferindo (a não ser que seja realmente necessário), e reavaliando a cada etapa a necessidade de passar à seguinte, ou voltar ainda à anterior. Poderão existir circunstâncias em que será necessário passar de imediato da etapa 0 à 6 em apenas alguns minutos… avalie cada situação e confie na sua intuição.

 

Aprendizagem ao Ritmo da Natureza

    Pensar em doença como a ausência de saúde, é perder a grande oportunidade de ouvir e escutar o nosso amigável corpo que nos comunica de forma tão eminente.

      Procurando a abertura da nossa essência para o exterior, despertamos em nós a consciência de como nos sentimos, e de cuidar de nós, como aprendizagem básica de vida, fazendo escolhas que nos farão sentir bem e melhor, e aprendendo a gostarmos de nós a cada dia.

    Como premissa de aprendizagem ao longo da vida, deveremos incluir as nossas opções conscientes a nível da alimentação, o movimento e exercício corporal, a capacidade de escolha de sermos protagonistas da nossa própria vida, defendendo-nos e exigindo o nosso direito de viver num ambiente mais saudável e respeitador da nossa integridade.

  A nossa visão de saúde implica um olhar alargado relativamente aos nossos estados emocionais, e a tudo o que nos envolve e que nos pode aproximar do mundo Natural.

    Abrangendo um nível mais subtil da nossa consciência (aspectos emocionais, mentais, espirituais), podemos observar, como estes aspectos influenciam a nossa condição de saúde, transformando-se por vezes, em doença física, o que se traduz assim, numa compreensão mais profunda do nosso bem estar, assumindo que ter saúde é integrar as várias dimensões da Vida, e promover profundas transformações nas nossas crianças e nos jovens seres que concebemos, e  que têm direito à SAÚDE e FELICIDADE.

Mara Nunes

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

© Copyright 2020. Raizes do Sentir Todos os Direitos Reservados  Termos e Condições e a Politica de Privacidade